PEDIDO DE ORAÇÃO

PEDIDO DE ORAÇÃO
VAMOS REZAR JUNTOS - CLIK NA FOTO E DEIXE O SEU PEDIDO - Todos os pedidos são anotados em um livro e levados a presença do Senhor em Adoração e em seguida a Santa Missa, confie no amor de Deus. Se entregue a proteção da Sagrada Família.

Liturgia do Tempo Comum

REFLEXÃO DA SEMANA

REFLEXÃO DA SEMANA

SEMANA DE ORAÇÃO PELA CURA DA ALMA

SEMANA DE ORAÇÃO PELA CURA DA ALMA
Oração de Amorização - Pe. Alírio José Pedrini, SCJ

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

O Bom Samaritano - Parábola

Mais uma vez Jesus é posto a prova, agora por um especialista em leis que pergunta o que deve fazer para obter a vida eterna. “Amar a Deus e ao próximo” é o que diz a lei. O especialista não satisfeito pergunta; “E quem é o meu próximo?”

Parábola do Bom Samaritano
(Lc 10,29-37)
Quem é o meu próximo?



Mas ele, querendo mostrar a sua justiça, disse a Jesus: “E que é o meu próximo?”

Jesus continuou: Um homem descia de Jerusalém a Jerico, caiu nas mãos de bandidos que, tendo-o despojado e coberto de pancadas, foram-se embora e o abandonaram quase morto. Aconteceu que um sacerdote descia por esse caminho; ele viu o homem e passou a boa distância. Do mesmo modo um levita chegou a esse lugar; viu o homem e passou a boa distância. Mas um samaritano que estava de viagem chegou perto do homem; ele o viu e tomou-se de compaixão. Aproximou-se, atou-lhe as feridas, derramando nelas azeite e vinho, montou-o sobre a sua própria montaria, conduziu-o a uma hospedaria e cuidou dele. No dia seguinte, tirando duas moedas de prata, deu-as ao hospedeiro e lhe disse: Toma conta dele, e se gastares alguma coisa a mais, sou eu que te pagarei na minha volta.

Qual dos três, a teu ver, mostrou-se próximo do homem que caíra nas mãos dos bandidos?
O legista respondeu: “Foi aquele que deu prova de bondade para com ele”.
Jesus lhe disse: “Vai e tu também faze o mesmo”.

Que tal entender um pouco da história?

1.    Podemos começar vendo a malicia do legista ao fazer essa pergunta, pois sendo ele um entendido em leis já tinha consciência que o amor incondicional a Deus e ao próximo e a chave para a vida eterna.
2.    Não havia a necessidade de perguntar quem seria seu próximo, já que para os judeus da época seria todo o seu povo, deixando de lado todos os estrangeiros.
3.    A estrada descrita por Lucas cortava do deserto de Judá, donde se pode deduzir que o personagem abatido por bandidos seria um judeu.
4.    Já sabemos que judeus e samaritanos, são como água e óleo, não se misturam. Dessa forma podemos concluir que o “levita” e o “sacerdote” estão no enredo para valorizar ainda mais a atitude do samaritano.

Vamos refletir:

Na história de nossa vida será que procuramos agir como o samaritano que deixou de lado todas as diferenças, sejam elas raciais ou sociais, para aderir o projeto de Deus, que é amar, respeitar e promover a vida.

Será que agimos igual ao sacerdote ou ao levita que mesmo tendo como dever, cuidar do bem-estar comum, valorizando as leis do Criador, tentando implantar a paz e acima de tudo seguir o exemplo de Jesus: “’Servir’ e não ser servido” preferiu dar as costas como se isso não fosse responsabilidade dele.

Será que algumas vezes, até por medo de nos comprometermos com a Igreja e com a coletividade, com a comunidade carente que vive ao nosso redor, agimos como os doutores da lei, sempre nos julgando superior e mais merecedor, que os nossos irmãos.

Com a parábola do Bom Samaritano, Jesus deixa bem claro que não devemos desprezar ou menosprezar ninguém, por mais humilde que seja, pois na realidade ele com certeza é o nosso próximo. Devemos agora não mais perguntar quem é o nosso próximo, mas o que fazer para ser o próximo de alguém. 

Texto: Ricardo e Marta
Comunidade São Paulo Apóstolo
Fonte: Bíblia Edição Pastoral

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós.

Em que consiste o Magistério da Igreja Católica

Poço de Jacó

Poço de Jacó

Pesquisar este blog

Carregando...

Translate